Londres 2011

Crônica audiovisual sem cronologia nenhuma. Sobre morar em Londres. Imagens capturadas porque eu estava afim, sem nenhuma preocupação técnica e visual. Encontrei esses fragmentos jogados no drive do meu computador antigo – computador que, na verdade, é da minha irmã e eu sequestrei para me dar apoio em Londres. Juntei porque o que é bonito é para ser mostrado e essa cidade, esses meses e essas pessoas são, para mim, bonitas por demais. Mesmo no meio da confusão.

To my lovely mates Andres Bedoya, Angelina Marteli, Alex Kubli, Diana Agudelo, Diana Betancur, Hyunah Song, Mathilde Dumolin, Maira Veneziani, Sergio Bedoya, Swiz Sandy, Tamires Muniz and to my sister Carol Novais.

O (des)encontro perfeito

badAlgumas pessoas nos são suficiente por três dias, assim como você na minha vida. Não por cansaço, mas porque tem felicidade que cumpre seu ciclo muito rápido.  Duas noites e dois dias. Noites longas, dias curtos. Muitos passos e salgadinhos da lanchonete da esquina. Uma alegria enorme em te ter no mesmo colchão, no mesmo chuveiro, na mesma estação. Uma alegria de três dias, que não faz falta, mas fez história. História de dois pedaços que nunca mais se encontrarão. Pelo menos, não no mesmo endereço. Nem na mesma sintonia.

Mixtape #9 – Vai ter que rebolar

Fica proibido não mexer a cadeira.

01-   Mahmundi – Calor do Amor | 02- Tim Maia – Descobridor dos Sete Mares | 03- Luiza Brina e o Liquidificador – Aurora | 04- Los Fabulosos Cadillacs – Matador | 05- Flora Matos – Pretin | 06- Arctic Monkeys – Hold On We’re Going Home (Drake cover) | 07- Claudinho e Buchecha – Nosso Sonho | 08- Caetano Veloso – Funk Melódico | 09- Daddy Yankee – Lo Que Paso, Paso | 10- 2pac (feat. Dr. Dre) – California Love | 11- Skank – Tão Seu | 12- Zemaria – Past 2