O (des)encontro perfeito

badAlgumas pessoas nos são suficiente por três dias, assim como você na minha vida. Não por cansaço, mas porque tem felicidade que cumpre seu ciclo muito rápido.  Duas noites e dois dias. Noites longas, dias curtos. Muitos passos e salgadinhos da lanchonete da esquina. Uma alegria enorme em te ter no mesmo colchão, no mesmo chuveiro, na mesma estação. Uma alegria de três dias, que não faz falta, mas fez história. História de dois pedaços que nunca mais se encontrarão. Pelo menos, não no mesmo endereço. Nem na mesma sintonia.